sexta-feira, 26 de maio de 2017

Não perca mais tempo!!! Venha garantir seu Lote na Nova Jandaíra. VENDAS INICIADAS !!!

Não perca mais tempo!!! Venha garantir seu Lote na Nova Jandaíra. VENDAS INICIADAS !!!

Loteamento Caminho dos Ventos

Jandaíra: Veja algumas imagens do Loteamento Caminho dos Ventos. Vendas já iniciadas



















Aniversariante do Dia

  Hoje  quem  esta aniversariando e  minha mãe! Maria  das Graças.

Hoje eu vim aqui para falar de você, mãe. Sim, você que sempre esteve a minha frente para tirar as pedras e os obstáculos do meu caminho, merece todo amor do mundo. Você me fez crescer todos os dias, durante uma longa caminhada e eu não poderia deixar esse dia passar em branco.
Desejo que sua felicidade seja plena, que seu futuro seja lindo e que você tenha tudo de melhor em sua vida! Gostaria de expressar tudo o que sinto por você, mas é impossível descrever em palavras o tamanho do meu amor.
Feliz aniversário, mãe! Te amo

quarta-feira, 24 de maio de 2017

MPRN oferece denúncia contra o deputado estadual Ricardo Motta

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, por meio de seu Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, ofereceu denúncia ao Tribunal de Justiça em desfavor do Deputado RICARDO MOTTA, acusando-o de, entre janeiro de 2013 a dezembro de 2014, ter desviado, em proveito próprio e de terceiros, R$ 19.321.726,13 (dezenove milhões, trezentos e vinte e um mil, setecentos e vinte e seis reais e treze centavos) em prejuízo do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – IDEMA.
Conforme restou demonstrado por investigações realizadas pela Procuradoria-Geral de Justiça a partir de desdobramentos da operação Candeeiro, deflagrada pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público da capital em 2015, o denunciado era o chefe de organização criminosa integrada também por GUTSON JONHSON GIOVANY REINALDO BEZERRA, então Diretor Administrativo do IDEMA, CLEBSON JOSÉ BEZERRIL, que chefiava a Unidade Instrumental de Finanças e Contabilidade (UIFC) da autarquia, JOÃO EDUARDO DE OLIVEIRA SOARES, EUCLIDES PAULINO DE MACEDO e ANTÔNIO TAVARES NETO, a qual foi montada para desvio de recursos públicos em benefício tanto do parlamentar quanto dos demais componentes do grupo.
Leia mais…

Fábio Faria destina emenda de R$ 660 mil para instalação de poços em 50 municípios do RN

O deputado federal Fábio Faria (PSD) destinou uma emenda no valor de R$ 660 mil para a Secretaria de Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte (Semarh), especificamente para instalação de poços em 50 municípios das regiões Central, do Médio e Alto Oeste, Vale do Açu, Seridó e Agreste, bastante afetadas pelos efeitos da estiagem prolongada. Os recursos vão ajudar a reduzir o déficit no número de poços perfurados que ainda não funcionam.
“Os poços são uma das principais alternativas para garantir o abastecimento da população em áreas rurais durante a seca. Esses recursos vão ajudar diversos municípios do RN a terem água enquanto não chega a transposição do Rio São Francisco, um dos nossos pleitos mais fortes no Ministério da Integração Nacional”, afirmou o deputado.
O secretário da Semarh, Ivan Lopes Júnior, ressalta que, no Estado, existem diversos poços perfurados sem funcionar muitas vezes pelo fato da instalação ter um custo bem mais alto que o de perfuração. “Emenda de extrema importância para ajudar a secretaria a avançar nos serviços de instalação de poços pelo Estado, inclusive em centros urbanos. É angustiante ver muitas comunidades com poços, mas ainda sem água pela falta de instalação”, disse.

Liga Tubiba

 

 EPA, EPA, EPA...................................................................................................

 Dessa vez a eu me dei mal 😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

  A ultima rodada do campeonato brasileiro deixou muitos Cartoleiros confusos, e algumas escalações pregaram um verdadeira brincadeira de mal gosto nós cartoleiros, assim como em min, que  escalei o Atacante Paolo guerreio (FLA), e o Zagueiro Maicon (SP), mas bola pra frente kkkkkkkkkkkkkkkkkk

   A liga Nessa Segunda rodada teve liderança unanime do time de Edailson OS STARK DE WINTERFELL (nome dificil da gota!)  esse time  pontuou 72,82, fazendo edailson ficar em 2º Lugar da Liga.




 Mesmo assim não foi dessa vez  que  Igor Salles, com seu time Igor Salles FC saiu da liderança o rapaz lidera com seus invejaveis 139,77 ( Ô BAMBO)  Essa rodada fui o menos afortunado com meu time Nankatsu tirei a menor pontuação da rodada 34,43, ocupando atualmente a 5ª colocação. ( Acho que foi Macumba.

😁).  


O time Pirassununga54 está esbanjando cartoletas foi o time mais rico da rodada, e ocupa a 3ª colocação.
   E por Ultimo o time Pablo do vale fc ( porra de nome e esse) ocupa  a  ultima colocação da liga 15º.
 







   A rodada foi boa vamos escalar para a próxima  rodada, e  como o lema da liga ja diz, que vença o melhor, ou mais bambista. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Resumo da Ultima rodada do brasileirão.

   As surpresas ficam por conta de Grêmio e Fluminense no topo da tabela com, 100% de aproveitamento, e da derrota do Palmeiras no jogo contra a Chapecoense na Arena Condá. Muitos dirão que “era o Palmeiras reserva”, mas a verdade é que ERA o Palmeiras, vestia o uniforme do Palmeiras e tinha a missão de jogar como o Palmeiras (falaremos sobre isso mais à frente).
Também merece destaque o desempenho decepcionante do Bahia que, após uma sacolada de 6 a 2 para cima do Atlético-PR, se apequenou em São Januário e reabilitou o Vasco.
Vale um destaque inicial também para o jogo Vitória x Corinthians, que pode ser resumido como “90 minutos da minha vida que nunca mais voltarão…”.
Desse modo, chega de enrolação e vamos para os jogos!

CHAPECOENSE 1×0 PALMEIRAS

Era o jogo pra garantir o Palmeiras na ponta da tabela.
Era.
Preocupado com a rodada do meio de semana pela Libertadores, o técnico Cuca levou para a Arena Condá um time reserva e calças da cor errada. Posição diferente de seu oponente Wagner Mancini – que, mesmo tendo um jogo decisivo no meio de semana, levou para a partida o que tinha de melhor à sua disposição. E colheu os frutos disso.
O primeiro tempo foi uma “nhaca” desgraçada: um único lance de perigo em uma cabeçada de Andrei Girotto (ex-palmeiras) aos 27 minutos. E mais nada.
O segundo tempo foi diferente para a Chape (o Palmeiras ameaçou renascer para o jogo em um chute perigoso de William, mas ficou nisso). Os donos da casa pressionaram e criaram chances de gol até que aos 27 minutos, o meia Luiz Antonio pegou rebote de Fernando Prass e empurrou a bola para o fundo das redes.
O restante foi um jogo em que o desorganizado Palmeiras buscava o gol e a Chapecoense se mostrava mais eficiente – os donos da casa sempre estiveram mais perto de fazer o segundo do que de tomar o empate.
Cuca disse depois do jogo que o fato de ter usado o time reserva não serve de desculpa – e não serve mesmo. Afinal, eles jogam juntos, treinam juntos, participam das atividades juntos e alguns até almoçam juntos. Ter alguma dificuldade ou falta de ritmo é aceitável, mas não dar um único chute com perigo nos primeiros 45 minutos é muito diferente. E não dá para explicar isso só com dizendo que é o time reserva. Cuca sabe disso e muito provavelmente não vai mais lavar a calça vinho antes do final do campeonato.
O resultado como um todo não é um desastre, já que esta é a apenas a segunda rodada do Brasileirão. Mas Cuca precisa tirar mais deste elenco, independente das calças que estiver vestindo e do time que estiver em campo.
Score pessoal: Errei feio achando que o jogo ficaria num chato 1 a 1.
Próximo jogo no Brasileiro: São Paulo x Palmeiras; Chapecoense x Avaí.

SANTOS 1×0 CORITIBA

O desgastado Santos recebeu o Coritiba na Vila Belmiro e, aos 4 minutos de jogo, já aumentou sua lista de problemas: Lucas Lima sentiu uma lesão na coxa direita e teve que deixar o gramado e, talvez, a Seleção Brasileira (o jogador será reavaliado nesta segunda-feira).
Mesmo depois da batalha com um jogador a menos em La Paz – e a classificação antecipada na Libertadores – e a cansativa viagem de volta para o Brasil, o técnico Dorival Junior poupou apenas três titulares na partida – Victor Ramos, Renato e Vitor Bueno. E foi recompensado com o gol de David Braz aos 7 minutos do primeiro tempo.
A partir disso, restou ao Santos suportar a pressão imposta pelo Coritiba: foram 22 finalizações e um pênalti de Alecssandro aos 47 minutos do segundo tempo, defendido por Vanderlei – o herói da Baixada.
Mesmo com o resultado ruim, a torcida do Coxa não tem do que reclamar: o time jogou bem, criou e tem potencial pra crescer durante o campeonato.
Já a torcida do Santos não está nem aí. Pouco mais de 5 mil pessoas foram assistir à partida. Jogar com os portões fechados teria sido até mais digno. O time do Santos não merece isso.
Score pessoal: Apostei que o desgaste santista seria maior e o Coxa levaria por 2 a 1. Errei feio e minha estatística pessoal está virando pó…
Próximo jogo no Brasileiro: Santos x Cruzeiro; Vitória x Coritiba.

ATLÉTICO-GO 0X3 FLAMENGO

Depois da eliminação na Libertadores 2017 para o San Lorenzo, na última quarta-feira, o Flamengo fez o que dele se esperava: foi ao Serra Dourada e impôs sua maior qualidade técnica e elenco sobre o esforçado time do Atlético-GO, voltando para o Rio com os 3 pontos na bagagem. Um resultado excelente para os comandados do técnico Zé Ricardo, que alivia um pouco a pressão que já vinha das arquibancadas – apesar da recente conquista do Campeonato Carioca.
Para o Dragão, não havia muito o que fazer. Como disse em outras ocasiões, este é um time que luta para não cair e nada mais. Uma tarefa muito difícil para o limitado elenco goianiense.
Score pessoal: Errei por um: apostei que o Fla ganhava por 2 a 0 e o resultado final foi 3 a 0. Mas o que importa são os 3 pontos.
Próximo jogo no Brasileiro: Atlético-PR x Flamengo; Atlético-GO x Corinthians.

VASCO 2×1 BAHIA

Com Nenê no banco e um terço novo nas mãos do técnico Milton Mendes, o Vasco impôs seu jogo em São Januário, viu os zagueiros Paulão e Breno estrearem e Luis Fabiano marcar seu 400º gol. Não foi pouca coisa para um jogo às 11 da manhã.
A verdade é que o Cruz-Maltino fez valer seu mando de campo e não deu chances ao Bahia – que vinha embalado pela maior goleada da rodada de abertura do Brasileirão, mas que mantém a cabeça na decisão da Copa do Nordeste neste meio de semana.
Desse modo, o Vasco fatura seus primeiros pontos no Brasileirão, ganha uma semana de paz e ferra com meus prognósticos.
Score pessoal: Apostei que o Bahia levava por 1 a 0. Deu 2 a 1 para o Vasco, mas pelo menos eu acertei o gol do Bahia – o que na prática não quer dizer absolutamente nada.
Próximo jogo no Brasileiro: Vasco x Fluminense; Botafogo x Bahia.

ATLÉTICO-MG 1×2 FLUMINENSE

Num jogo muito movimentado, o Galo recebeu o Tricolor no Estádio Independência e viu seu maior volume de jogo ser batido pela eficiência da equipe carioca.
Com poucos minutos do primeiro tempo, o Fluminense já vencia por 2 a 0 e controlava as investidas do Atlético – que pressionava, mas abusava do direito de errar. Mas a má pontaria começou a enervar a equipe mineira, que ainda conseguiu diminuir com Gabriel, aos 40 do primeiro tempo.
O Galo mudou no segundo tempo, foi pra cima, mas continuou parando no próprio nervosismo. Principalmente quando, contundido, o equatoriano Sonorza saiu de campo e deixou o Flu – que já havia feito suas três substituições – com um a menos.
Score pessoal: Acertei o placar (2 a 1) e errei quem vencia e quem perdia. E a média segue ladeira abaixo…
Próximo jogo no Brasileiro: Vasco x Fluminense; Atlético-MG x Ponte Preta.

VITÓRIA 0X1 CORINTHIANS

O Corinthians foi à Bahia e conseguiu golear o Vitória por 1 a 0 – sim, 1 a 0 é goleada para os lados do Parque São Jorge – e voltou pra São Paulo com 3 pontos na bagagem.
Em um jogo chato de doer, com pouquíssimos lances de emoção, o Alvinegro abriu o placar depois que o técnico Fábio Carille perdeu a paciência com a falta de objetividade do meia Maicon – bom jogador, mas que há tempos está devendo uma boa atuação –, e o substituiu por Marquinhos Gabriel. Este entrou ligado no jogo e, em suas primeiras ações, já puxou um contra-ataque fatal, passou para Jadson, recebeu de volta e tocou para Jô marcar. E foi só.
O Vitória segue sem marcar gols no Brasileirão – e não fez por merecê-los ontem – e soma um ponto apenas.
Para o Corinthians, a má notícia pode ser a lesão do zagueiro Balbuena, que sentiu na metade do segundo tempo e foi substituído pelo jovem – e muito bom defensor – Léo Santos.
Fora isso, mais nada. Jogo chato com placar idem, mas que joga o Timão para a parte de cima da tabela.
Score pessoal: Acertei o vencedor. Apenas fui um tanto generoso com os gols. Imaginei um placar de 2 a 1 para o Alvinegro, o que não aconteceu.
Próximo jogo no Brasileiro: Vitória x Coritiba; Atlético-GO x Corinthians.

ATLÉTICO-PR 0X2 GRÊMIO

Depois de um primeiro tempo modorrento, com um respeito exagerado dos dois lados, o Grêmio bancou o visitante mal educado e, aos 42 segundos do segundo tempo, abriu o placar na Arena da Baixada.
Disperso no jogo – talvez ainda em função da boa classificação para o mata-mata da Libertadores na última quarta-feira –, o Atlético vacilou e levou o segundo 13 minutos depois e, mesmo com um a mais após a expulsão do goleiro Marcelo Grohe – que abusou da cera –, não conseguiu sequer buscar o empate e segue sem pontuar no Brasileirão.
O tricolor gaúcho, por outro lado – com grande atuação de Barrios –, confirmou a boa estreia contra o Botafogo e, ao lado do Fluminense, segue com 100% de aproveitamento no campeonato, com duas vitórias em dois jogos. Números que darão tranquilidade para o técnico Renato Portaluppi na sequência de seu trabalho (que, pra variar, já começava a ser questionado).
Score pessoal: Cravei que o Atlético-PR, embalado pela classificação na Libertadores, engoliria o Grêmio em casa por 1 a 0. Mas é claro que eu errei de novo!
Próximo jogo no Brasileiro: Atlético-PR x Flamengo (jogo que encerra a trilogia atleticana do Mengo); Sport x Grêmio.

BOTAFOGO 2×0 PONTE PRETA

Com dois golaços dos volantes Bruno Silva e Rodrigo Lindoso em chutes de longe – um em cada tempo da partida –, o Botafogo venceu a primeira no Brasileiro e marcou seus primeiros 3 pontinhos, se recuperando assim da derrota para o Grêmio na abertura do campeonato. Junta-se à Ponte Preta no grupo dos times com 50% de aproveitamento – uma vitória e uma derrota.
Em um jogo movimentado e muito igual – inclusive nos erros nos passes finais –, o Botafogo conseguiu abrir o placar em um lindo chute de fora da área de Bruno Silva, que aproveitou uma bola mal afastada pela defesa da Ponte que partiu ao ataque, mas seguia errando muito no seu setor de criação.
O Botafogo deu mais campo para os visitantes no segundo tempo e se aproveitou dos contra-ataques para pressionar a defesa campineira até que, novamente de fora da área, Rodrigo Lindoso acertou um belo chute na meta de Aranha e deu números finais ao jogo – que poderia ter um placar mais elástico se os donos da casa tivessem se aproveitado melhor dos espaços deixados pela Ponte Preta após o segundo gol.
Boa recuperação do Fogão, que segue vivo nesta segunda rodada, e mal sinal para a Ponte, que se ressente das perdas de Potker e Clayson.
Score pessoal: Como se tratam de dois times muito parecidos, cravei um empate em 2 a 2. Acertei meio placar… faltou a Ponte me ajudar.
Próximo jogo no Brasileiro: Botafogo x Bahia; Atlético-MG x Ponte Preta.

SPORT 1×1 CRUZEIRO

O Sport segue sem saber o que é vencer no Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro segue sem saber o que é perder. E, como se trata de uma segunda rodada de um campeonato que tem 38, isso não quer dizer absolutamente nada. Mas fica bonito na manchete do jornal. Causa impacto e tudo mais.
Indo ao que importa, Sport e Cruzeiro fizeram um jogo amarrado e, na prática, de poucas chances. Em sua primeira jogada de ataque, o time mineiro conseguiu abrir o placar em boa finalização de Alisson. Tá certo que isso demorou um pouco para acontecer, já que o Cruzeiro começou o jogo muito desligado. O Sport não soube aproveitar este bom momento inicial e, depois, precisou correr atrás do resultado. E conseguiu depois que o goleiro Fábio fez pênalti em Diego Souza. Ele mesmo cobrou e deu números finais ao jogo ainda no primeiro tempo.
No segundo tempo o Cruzeiro veio melhor, mais ligado e buscando o resultado. Porém, parava no bom bloqueio defensivo montado pelos donos da casa, que tentaram ameaçar em alguns contra-ataques, mas sem sucesso.
E o jogo terminou assim: 1 a 1 que é ruim para ambos, mas um pouco pior para o Sport, que nesta semana disputa a final da Copa do Nordeste contra o Bahia e, em seguida, precisa reagir no Brasileirão.
Score pessoal: O Cruzeiro bem que tentou me ajudar, fez logo o gol e o placar que eu havia palpitado. Mas não deu. Para ferrar a minha estatística, Mano Menezes levou o empate para casa. E eu, mais uma paulada.
Próximo jogo no Brasileiro: Sport x Grêmio; Santos x Cruzeiro. 
   
  SÃO PAULO X AVAÍ
A atuação passou longe de ser suficiente para empolgar a torcida, mas o São Paulo derrotou o Avaí por 2 a 0 na noite desta segunda-feira, no Morumbi. O time comandado por Rogério Ceni fez um primeiro tempo bom, mas caiu muito na segunda etapa e fez a torcida, mesmo com os três pontos, perder a paciência. O resultado esfria um pouco a crise que se instaurava no clube.
O São Paulo, com três pontos, ocupa a 11ª colocação no Brasileiro. Com a primeira vitória mas sem apresentar um futebol convincente, chega ainda pressionado para o clássico de sábado, diante do Palmeiras.
O Avaí, por sua vez, segue com o ponto somado na primeira rodada, na 17ª colocação. Os catarinenses visitam a Chapecoense, na próxima segunda-feira.

Acidente Tubibal

  Jose adecio, mais conhecido como ZÉ ADECIO, dono de um dos principais beres da comunidade de tubibal, sofreu um acidente ontem 23/05/17.

  O mesmo seguindo em  sentido a tubibal foi ultrapassar uma caçamba e bateu com o pneu dianteiro em uma  pedra, levando   uma queda com  seu  passageiro Gilberto mais conhecido como XUXU pelos populares, Jose adecio perdeu um dos  dedos do pé no momento da queda, O mesmo ja  foi  socorrido no Hospital municipal de jandaíra e encaminhado pra natal.

 Jose  adecio ja  se encontra  bem  em  casa.


 

terça-feira, 23 de maio de 2017

DICA DE ANIME: SHURATO O REI SHURA.
  Essa e pra  galerinha  que  assistiu a antiga Tv manchete!



Adaptação em anime

Desenvolvimento

Shurato surgiu no Japão na época em que Os Cavaleiros do Zodíaco, da Toei Animation, estava em seu auge e produtoras concorrentes faziam sucesso lançando séries seguindo o mesmo padrão, como Samurai Warriors da Sunrise. logo puseram no mercado um produto que tentasse pegar carona na preferência dos fãs de anime. Shurato foi um deles e justamente por isto carrega muitas semelhanças com seu "irmão de armadura".

Música

Shurato teve 2 canções de abertura, "Shining Soul" e "Truth", e 2 canções de encerramento, "Sabaku no meizu" e "Kyaraban", todas interpretadas por Satoko Shimizu.[1] No Brasil, apenas a primeira canção tanto de abertura quanto de encerramento foram adaptadas para o português em versões que fãs brasileiros colocam como uma das mais bem interpretadas dos animes, e foram interpretadas pela cantora Graça Cunha. Além disso, o estúdio, fazendo um bom trabalho, chegou a trocar as músicas internas do anime pela versão dublada, o que raramente é feito e serviu para acentuar a carga dramática das cenas.

Dublagem

Garuda, o pássaro similar a Fênix.
No BrasilShurato estava para ser dublado em São Paulo pela Gota Mágica. Mas devida a alta demanda de dublagem de animes recebida pelo estúdio, resultante do sucesso de Os Cavaleiros do Zodíaco, o trabalho foi feito na Dublavídeo, que até então possuía tradição maior com filmes. A direção ficou a cargo de Leda Figueiró, que escalou vozes conhecidas dos animes para os personagens, tendo Marcelo Campos como Shurato. A dublagem de todos os 38 episódios da série foi finalizada em pouco mais de um mês.
A dublagem realizada é tida como um dos fatores do sucesso do anime no país, uma vez que permaneceu fiel ao original e ainda introduziu uma nova prática ao traduzir os créditos do original japonês para o português.O que foi seguido por Yu Yu Hakusho e mais tarde por Dragon Ball Z.[6] Ainda assim, a dublagem modificou certos nomes no anime, traduzindo erroneamente o povo de Asura como "povo de Asra", trocando o nome do deus Brahma para Brafma para que ele não ficasse com o mesmo nome de uma popular cerveja do país, adaptando Leiga, o Rei Garuda (Karura Oh), referente a uma ave da mitologia hindu similar a uma Fênix, para o Rei "Karla"[4] e modificando do nome do personagem Kuuya (o Rei Dappa) para "Kenya".

Versões internacionais

Em 1991, começou a ser exibido pela TF1 na França, tendo Thierry Redler como Shurato e posteriormente também nas Filipinas com Carlo Eduardo Labalan e Jimmy Manalo no papel principal.[1] Em 1996, a série foi trazida para o Brasil através da Tikara Filmes, de Toshihiko Egashira, e exibida na extinta Rede Manchete. Tanto na França como no Brasil, o anime veio tentando pegar carona no sucesso que Os Cavaleiros do Zodíaco havia conseguido.

Recepção

Shurato fez sucesso em terras nipônicas, sendo celebrado por uns e considerado uma mera cópia de Os Cavaleiros do Zodíaco por outros. De fato, Shurato seria a última série de anime envolvendo armaduras e mitologias, chamado por alguns de sub-gênero "spirit". Ainda assim é tido como um dos precursores do henshin e como a maior inspiração para Guerreiras Mágicas de Rayearth, cujas criadoras eram grandes fãs da série.[7] Elas também renderam uma segunda homenagem com um doujinshi de Shurato intitulado Tenku Senki Shurato Original Memory (Muma), em 1990.[8]
No Brasil, o anime não chegou a ser um sucesso estrondoso, mas ganhou bastante notoriedade, sendo o único entre os animes que estrearam na Rede Manchete na época, o que incluia Sailor Moon e Samurai Warriors, a manter a audiência do canal. Além disso, gerou diversos produtos licenciados que iam de bonecos à jogo de tabuleiro, lançados pela GlassliteShurato seria reprisado até 1999, ainda que já tivesse sido esquecido pelo público devido a curta duração do anime. Havia planos da Tikara Filmes para exibir os seis episódios do OVA lançado após o final da série em 1991. Originalmente, deveriam ser exibidos na Manchete, mas devido a temores por parte da emissora com possíveis prejuízos, o lançamento foi deixado de lado, e a Tikara partiu para lançar Yu Yu HakushoShurato voltaria a ser exibido na RedeTV!, que havia substituído a Manchete em 1999, o que durou pouco tempo, uma vez que o novo canal não fez pagamento de direitos de exibição.
DICA DE ANIME JAPONÊS PARA ASSISTIR.

Dragon Ball Super

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Super Dragon Ball Z.
TV Future Icon.svg
Dragon Ball Super é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 21 de maio de 2017.
Dragon Ball Super
ドラゴンボールスーパー
(Doragon Bōru Sūpā)
Logótipo de Dragon Ball Super.
GéneroArtes marciaisaventuracomédiaficção científica
Mangá
Escrito porAkira Toriyama
Ilustrado porToyotarō
Editora(s)Shueisha
Revista(s)V-Jump
Público-alvoShōnen
Data de publicação20 de junho de 2015 – em publicação
Volumes2
Anime
DireçãoKimitoshi Chioka (ep. #1-46)
Morio Hatano (ep. #33-presente)
ProduçãoOsamu Nozaki
Naoko Sagawa
Atsushi Kido[1]
Tomosuke Teramoto
Satoru Takami
RoteiroAkira Toriyama
MúsicaNorihito Sumitomo
EstúdioToei Animation
Distribuição/
Licenciamento
  • AN Funimation
  • AL Toei Animation inc.
  • EU Toei Animation Europe
  • BR Angelotti Licensing
Emissoras de televisãoFuji TV
Emissoras lusófonas
Exibição original5 de julho de 2015 – em exibição
Episódios91 (Lista de episódios)
Franquia Dragon Ball
Dragon Ball (mangá)Dragon Ball (anime)Dragon Ball Z
Dragon Ball GT
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá
Dragon Ball Super (ドラゴンボールスーパー, Doragon Bōru Sūpā?) é uma série de anime criada por Akira Toriyama e produzida pela Toei Animation, que começou a ser exibida em 5 de julho de 2015.[1][2] É também uma série de mangá escrita/ilustrada por Toyotarou e supervisionada por Toriyama, serializada na revista de mangás shōnen V Jump da ShueishaDragon Ball Super é uma sequência para o mangá original Dragon Ball e a série de anime Dragon Ball Z, com o primeiro novo enredo em dezoito anos.[3][4] É transmitida no Japão aos domingos às 9:00 da manhã na Fuji TV.
O anime segue as aventuras do protagonista Goku depois de derrotar Majin Boo e trazer paz à Terra mais uma vez.[5][6] Goku atinge o ki de um deus e enfrenta mais desafios. Ele defende a Terra contra poderosas deidades destrutivas e viaja a universos paralelos para enfrentar adversários mais poderosos e inimigos quase imparáveis.
Em Portugal, a sua transmissão é feita pela Sociedade Independente de Comunicação (SIC)[7][8] (continuando a tradição iniciada com a série original), sendo um dos primeiros países a estrear a série. A dobragem ficou a cargo do estúdio Audio In que manteve o elenco principal das séries anteriores (com a exceção de António Semedo, já falecido, e Fernanda Figueiredo, reformada). A estreia deu início a 24 de setembro de 2016.[9] No Brasil, a dublagem do anime se iniciou em abril de 2017 no estúdio Unidub.[10] 
   Quatro anos após a derrota de Majin Boo, a paz voltou à Terra. Son Goku agora trabalha como um agricultor de rabanete para sustentar sua família. Sua família e amigos vivem vidas pacíficas..[11] No entanto, uma nova ameaça aparece, trata-se de Bills, O Deus da Destruição (破壊神ビルス, Hakaishin Birusu), que é considerado o ser mais aterrorizante no Universo 7. Bills está ansioso para lutar contra o lendário guerreiro que ele tinha visto em uma profecia, conhecida como o Deus Super Sayajin (超(スーパー)サイヤ人ゴッド, Sūpā Saiya-jin Goddo). Para proteger a Terra, Goku se transforma no Deus Super Sayajin para lutar contra Bills e, apesar de perder, a luta acalma o Deus da Destruição o suficiente para que ele decida poupar o planeta. Esta saga reconta os eventos de Dragon Ball Z: Battle of Gods.
Enquanto Goku e Vegeta saem com Bills e seu ajudante Whis para treinamento, dois remanescentes do exército de Freeza chegam à Terra e usam as Esferas do Dragão para revivê-lo. Freeza, em seguida, reúne suas forças e volta a decretar sua vingança em Goku e seus amigos, mas apesar de ficar forte o suficiente para alcançar uma nova transformação, ele é mais uma vez derrotado por Goku. Esta saga reconta os eventos de Dragon Ball Z: Fukkatsu no F.
Em uma época posterior, Champa, o irmão gêmeo de Bills e o Deus da Destruição do Universo 6, aparece e o convence a realizar um torneio entre os melhores lutadores do universo de cada deus para uma posse da Terra. Goku, Vegeta, Piccolo e Majin Boo se juntam ao jogo, que terminam em uma vitória surpreendente para a equipe de Bills após os lutadores mais fortes de cada lado, Goku e Hitto do Universo 6 acabam perdendo.
Depois que o torneio foi concluído, Trunks do Futuro reaparece, trazendo notícias de um novo, poderoso inimigo assemelhando-se a Goku, conhecido como Goku Black (ゴクウブラック, Gokū Burakku). Goku e os outros eventualmente descobrem que Goku Black é realmente um Kaiō-shin do Universo 10 chamado Zamasu, que sequestrou o corpo de Goku de um cronograma diferente como parte de seu plano para alcançar a imortalidade e acabar com todos os mortais.[12]
Algum tempo depois que a ameaça de Zamasu é eliminada, um novo torneio é organizado por Zen-Oh, o rei de todos os universos, apresentando equipes de lutadores de cada universo, chamado Torneio de Poder (力 の 大会 Chikara no Taikai). Os guerreiros Goku, Vegeta, PiccoloGohanKuririnTenshinhanMestre KameAndroide 18Androide 17 e Majin Boo se juntam ao torneio como representantes do Universo 7 em uma batalha que pode decidir seu destino.